Cachaçaria Bockorny

Empresa

A história da cachaça Bockorny

 

IMG_4339

A história da aguardente de cana Bockorny tem início em 1912, numa pequena comunidade chamada Picada Feijão, no interior de Ivoti, cidade da rota romântica, na encosta da Serra Gaúcha, distante cerca de 50 quilômetros da capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Naquela localidade, pelas mãos de um filho de imigrantes alemães, Antônio Bockorny, foi que tudo começou. O empreendedor, entretanto, não teve tempo de ver seu negócio prosperar e alguns meses depois de começar a produção de cachaça, veio a falecer, deixando para a esposa, Catharina e os filhos Henrique Aloísio, José, Albino, Reinaldo e Fridolino, a responsabilidade de dar seguimento ao negócio.

IMG_4390Naquele tempo, o engenho, tocado por mulas, fazia a moagem da cana e chegava a produzir cerca de 160 litros de cachaça por dia. Toda a produção era estocada em barris e levado para a venda nas casas comerciais de Novo Hamburgo. O trajeto, de cerca de 25 quilômetros, era feito em carroças puxadas por juntas de bois.

Em 1987, Remidio, filho de Fridolino Bockorny, e seu filho Paulo, deram continuidade ao negócio da família destilando uma cachaça cada vez mais sofisticada, passando do interior para à cidade. Em 1996, após a morte de Remidio, ficou para Paulo, atual dono, a tarefa de gerir a cachaçaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *